fbpx

Hora extra e banco de horas: Entenda a sua diferença

Mas e ai, vai ser compensado como Hora extra ou Banco de horas?

Links Patrocinados

Essa é uma pergunta que se você não fez, já ouviu alguém fazer, muitas são as vezes que você pode precisar ficar um pouco mais após seu horário de trabalho para terminar uma certa tarefa.

Isso é normal e todas as empresas devem possuir um sistema de compensação para que isso aconteça sem prejuízo para ambas as partes.

Iremos agora, apontar a diferença entre hora extra e banco de horas no artigo a seguir.

Leia também: Escala de trabalho: conheça os 7 tipos e suas diferenças.

Links Patrocinados

Hora extra

Segundo a CLT Lei Nº 5452/43, a carga horária de trabalho não pode ser maior que 8 horas diárias e com máximo de 2 horas extras no mesmo dia.

Por outro lado, alguns trabalhadores possuem uma escala de trabalho diferente sendo ela 12 horas diárias com 36 horas de descanso, com isso é levado em conta uma regra geral que não possa ultrapassar um limite de 44 horas semanais.

Dito isso, quaisquer horas trabalhadas a mais de seu horário de trabalho normal é caracterizada como hora extra.

Cada hora extra após o horário de trabalho, custa a empresa 50% do valor pago normalmente, para saber o valor que deve ser pago, primeiro deve-se descobrir quanto é pago por hora ao trabalhador.

A conta é simples e iremos demonstrar com o salário de Geovana a seguir:

Exemplo: Geovana tem um salário mensal de R$ 1000,00.

Primeiramente deve-se dividir o salário de Geovana pela quantidade de dias trabalhados, levaremos em base que ela trabalhe de segunda-feira á sexta-feira 8 horas por dia, assim trabalhando 22 dias por mês.

1000/22= 45,54

Agora dividiremos o valor diário de 45,54 pela quantidade de horas dita anteriormente de 8 horas.

45,54/8= 5,69

Links Patrocinados

Então aqui descobrimos quanto Geovana recebe por hora trabalhada que é R$ 5,69.

Com esse valor sabemos que caso Geovana precise ficar 1 hora a mais no trabalho por lei a mesma deve receber 50% de R$ 5,69 por hora extra trabalhada.

Importante evidenciar que utilizei um exemplo para explicar como é feito o cálculo de salário hora, utilize seus valores salariais e sua escala de trabalho para descobrir o seu.

Horas extras efetuadas aos feriados e finais de semana devem ser pagas o valor de 100% da hora normal do trabalhador.

Porém, em alguns casos de acordo ou convenções coletivas, o valor da hora extra no sábado pode ser igual ou superior ao da hora extra efetuada após o horário de trabalho normal, isso deve ser esclarecido pelo RH da empresa.

Hora extra muitas vezes, complementa o salário do trabalhador com um adicional no final do mês e protege as empresas contra reclamações trabalhistas futuras.

Mas também não flexibiliza horário, no caso, o trabalhador precise tirar um dia para resolver qualquer questão fora da empresa ou a empresa precise do trabalhador em um horário ou dia diferente de sua escala de trabalho.

Banco de horas

O banco de horas Lei 9.601/1998 é uma forma de compensar as horas adicionais trabalhadas e que não possua valor adicional ao salário.

No banco de horas, as horas trabalhadas adicionais são garantidas a um somatório que serão compensados por períodos de folgas.

Isso ajuda o trabalhador e a empresa pois abre também ao trabalhador a opção de dever horas em caso de contratempos, compensando posteriormente.

O acordo de banco de horas é uma exceção aberta na CLT que é utilizada de duas formas, são elas:

  • Compensação fechada – a compensação é negociada entre o trabalhador e o gestor responsável, decidindo qual é o melhor dia e horário para ambos
  • Compensação aberta – nessa compensação as horas são acumuladas e a empresa escolhe quando o trabalhador deve ter sua compensação

Nestes casos também respeitando o limite de 2 horas adicionais diárias.

Banco de horas permitiu que as empresas tenham até duas horas a mais de mão de obra sem custos adicionais quando precisarem, compensando com folgas quando a demanda diminuir.

E para o trabalhador flexibilizar horários de folga em meio a sua escala de trabalho.

Caso não haja compensação do banco de horas em um período de 6 meses, a empresa deve pagar o valor das horas ao trabalhador.

Banco de horas negativo

O trabalhador deve tomar muito cuidado com banco de horas negativo.

Isso acontece, quando o trabalhador possui mais atrasos ou faltas injustificadas do que horas adicionais de trabalho.

Neste caso ele fez menos do que era acordado e essas horas ficam negativas para serem pagas ao banco.

O trabalhador deve como de um acordo com seu gestor compensar essas horas, essa compensação deve ser feita antes que complete 6 meses do saldo negativo.

Assim para que a empresa não desconte essas horas de seu salário.

Afinal, qual é melhor?

Tanto a hora extra como banco de horas apresentam vantagens e desvantagens para o trabalhador e para a empresa.

Links Patrocinados

O importante é saber quais suas diferenças e que ambas modalidades se adequam em diferentes situações, setores e mercados de trabalho.

Saiba mais – Tipos de contrato de trabalho: Saiba as 9 modalidades.

1 comentário em “Hora extra e banco de horas: Entenda a sua diferença”

Deixe um comentário