fbpx

Resolução de Conflitos: Problemas de convivência no trabalho

O ambiente de trabalho precisa ser algo calmo e sem muitas distrações, contudo, nem sempre isso é possível. A convivência com outras pessoas é bastante imprevisível e por isso é necessário saber fazer uma resolução de conflitos.

Pensando nisso iremos, te orientar para que você saiba exatamente o que fazer quando um colega lhe atacar. Entretanto, você deve estar atento, pois existem diversas formas de ataques e a maneira certa de reagir.

Desta maneira, você deverá analisar a situação e tomar a providência mais adequada para aquela situação. Em sua grande maioria, esses problemas podem ser resolvidos apenas se afastando, mas em alguns casos é necessário providências.

O que é um conflito?

Um conflito é um choque de ideias distintas, assim fica difícil prosseguir com as atividades normalmente. Contudo, olhando isso em relações com pessoas, o conflito pode ser prejudicial à saúde mental de um indivíduo.

Em muitos casos os conflitos de convivência dividem grupos, onde um lado fica mais prejudicado que outro. Contudo, se isso ocorre com alguém que não está interessado no conflito, acaba sendo pior.

A pessoa fica como alvo de críticas, gozações e injustiças no trabalho. Assim afetando no seu trabalho e até mesmo em seu humor.

Nestes casos é necessário realizar uma prática de resolução de conflitos, para que o problema seja cessado.

Resolução de Conflitos e Conflitos

São infinitas as possibilidades de conflitos dentro de uma empresa. Assim fica difícil te orientarmos objetivamente sobre como aplicar a resolução de conflitos.

Contudo, elas possuem níveis, que você poderá rotular para saber o que fazer.

Resolução de conflitos nível 1 – Incomodações

O primeiro nível de resolução é para lidar com problemas mais leves de incomodações. Portanto, se você tiver um colega muito brincalhão ou desagradável, essa será seu meio de resolução.

Problemas comuns para esta providência:

  • Brincadeiras de mal gosto.
  • Invasão de espaço.
  • Desorganização ou mexer no material/atividade alheio sem permissão.

Neste caso você poderá optar por duas soluções, sendo elas:

  • Se afastar do colega, para que evite proximidade, liberdade e intimidade. Assim ele parará com os incômodos.
  • Chegar de canto no colega e falar sobre os seus sentimentos. Se ele possuir bom senso o mesmo parará ou diminuirá nos incômodos.

Resolução de conflitos nível 2 – Desrespeito

O segundo nível é um pouco mais sério, nele, você deverá antes passar pela Resolução de conflito nível 1. Se o problema persistir, você saberá que o colega realmente não te respeita.

Neste caso, você deverá tomar uma providência um pouco mais séria e sinalizar um profissional superior. Assim você explicará o ocorrido para que então essa responsabilidade seja passada.

Desta forma, o profissional superior deverá conversar com o agressor, a fim de encerrar o problema.

Esta resolução será mais séria, pois uma autoridade deverá utilizar de seu poder. Assim reprimindo a atitude do agressor e o relembrando sobre seu local de trabalho.

Problemas comuns para esta providência:

  • Qualquer um listado no nível 1 que já tenha sido debatida.
  • Bullying.
  • Preconceito.
  • Fofocas negativas ou falsas.
  • Exclusão de grupos.

Resolução de conflitos aplicáveis:

  • Notificar um gestor ou superior do colega tóxico.
  • Avisar o seu gestor ou superior sobre o ocorrido.
  • Notificar o agressor sobre suas futuras providências.

Resolução de conflito nível 3 – Prejudicação

Neste nível, antes, você deverá passar pelas etapas 1 e 2 ou então ter provas concretas da intenção maldosa do colega. Neste caso você deve ter certeza de que o colega quer te prejudicar diretamente.

Embora sabemos que o mercado de trabalho é competitivo, o mesmo não deve ser destrutivo. Assim, qualquer competitividade que prejudique o outro não é bem-vinda.

Além disso, devemos saber identificar quando é competitividade ou algo pessoal.

Desta maneira você entenderá melhor a cabeça do agressor, e saberá corretamente como conduzir a denúncia.

Conflitos comuns deste nível:

  • Bullying.
  • Preconceito.
  • Roubo de atividades ou informações distribuídas incorretamente e propositalmente.
  • Exclusão de grupos.
  • Fofocas negativas ou falsas.
  • Recusa a ajuda.

Resolução de conflitos nestes casos:

  • Dar continuidade da denúncia ao gestor responsável.
  • Denunciar a pessoa na área de Recursos Humanos da empresa.

Resolução de conflitos nível 4 – Ameaças, abusos ou injustiças

Neste caso você deverá ficar muito atento, pois este problema está se tornando algo muito grave. Dependendo até da situação você deverá recorrer a providências mais drásticas e fora do trabalho.

Portanto, se você está sofrendo ameaças, abuso psicológico, físico, sexual ou injustiças atente-se. Lembre-se que dentro da empresa todos são iguais e, portanto possuem os mesmos direitos. Assim se você recebeu qualquer uma desses problemas deverá enfrentar.

O seu ambiente de trabalho é exclusivo para isso, e qualquer coisa que fuja, que te desagrade deve ser acionada.

Conflitos comuns neste nível:

  • Ameaças físicas como de te bater, cortar e etc.
  • Chantagens de qualquer tipo, principalmente as que ameaçam seu trabalho e as sexuais.
  • Abuso psicológico como utilizar seu cargo inferior para te tratar mal, ou jogar problemas pessoais na sua cara para te desestabilizar.
  • Qualquer insinuação sexual.
  • Impedir você de fazer algo que todos ou você possa realizar.

Resolução de conflitos aplicáveis:

  • Notificar o RH da empresa sobre o ocorrido, de preferência com provas.
  • Em casos de ameaças físicas e sexuais se a empresa não tomar providências acione a polícia.

Resolução de conflitos nível 5 – Roubo, furto ou assalto

Este caso embora seja mais difícil pode ocorrer também. Normalmente em locais que possuem armários são mais propensos.

Se você ficou sabendo de algum colega que roubou, furtou ou assaltou alguém dentro da empresa, denuncie! Além disso, possuem pessoas que apenas apontam e outra pessoa vem e realiza o roubo.

Conflitos comuns:

  • Roubo de pertences de outra pessoa.
  • Arrombamento de armários, gavetas e etc.
  • Olheiros que apontam pessoas para serem assaltados na saída do trabalho.

Resolução de conflitos aplicável:

  • Denunciar ao RH da empresa.
  • Denunciar na polícia com provas concretas ou testemunhas.

Resolução de conflitos nível 6 –  Agressão física ou sexual

Neste caso você já não estará mais lidando com um problema no trabalho e sim social. Neste caso acionar a polícia será de total direito seu. Contudo, atente-se! Você deverá ter provas concretas para medidas tão drásticas, ou você poderá se prejudicar.

Entretanto esse tipo de problema é de grande nível e deve ser reparado imediatamente. Por mais que você não tenha provas, acionar o problema a empresa é viável, assim a mesma ficará de olho.

Conflitos comuns nesse nível:

  • Agressão física de qualquer nível.
  • Agressão sexual de qualquer nível.
  • Ver alguém sendo agredido fisicamente ou sexualmente dentro do ambiente de trabalho.

Resolução de conflitos aplicáveis:

  • Acionar o RH da empresa sobre o ocorrido.
  • Acionar a polícia sobre o ocorrido.
  • Processar a empresa caso a mesma não tome providências.
  • Indiciar o agressor sobre o ocorrido.

O meu agressor é alguém superior, e agora?

Se você está sofrendo qualquer um dos episódios acima por um profissional superior atente-se. Nos casos mais leves, isso poderá ser apontado como incentivo. Portanto analise o porquê do superior lhe causar este dano.

Em alguns casos, profissionais superiores tentam uma proximidade para deixar o ambiente mais leve. Contudo se o efeito for ao contrário você deverá sinalizar o gestor sobre sua conduta.

Caso o problema persistir, for mais grave, ou ser apenas para ofender, você deverá contatar o RH da empresa. Entretanto atente-se antes disso, acumule provas concretas para isso.

Em muitos casos a empresa leva o problema como leve, e apenas conversa com o gestor. Assim o mesmo pode ser preparar para te prejudicar mais e de forma menos direta. Desta forma dificultando sua resolução e até acarretando em problemas irreparáveis.

Muitas pessoas pedem demissão ao chegar nesse ponto, pois não souberam resolver isso de forma adequada. Agora, se o problema for de nível 4 para cima, você poderá tomar providências mais imediatas e drásticas.

Lembrando que a empresa, ou seja, a área de RH deve seguir o Art. 482, demitindo por justa causa o funcionário causador de conflitos em qualquer um dos casos previsto no artigo.

Leia também: Demissão: Conheça os 5 tipos.

Deixe um comentário