fbpx

Título de Eleitor: Saiba o que é, e como tirar!

O título de eleitor é necessário para todos, sem ele não é possível participar da vida política do país. Sendo assim ele é um documento oficial, sem foto, com as informações do eleitor.

Links Patrocinados

Mas o título não é usado apenas para eleições, é utilizado também para matrículas em universidades, concursos públicos, concurso do exército brasileiro, polícia militar e até para viajar para fora do país.

Saiba mais sobre isso e muito mais nos títulos abaixo.

História 

No ano de 1875 foram desenvolvidos pela Lei do Terço dois títulos que comprovam a situação eleitoral do habitante. Para os votantes (1° grau) foi criado um título chamado: título de qualificaçã., Enquanto que para os eleitores (2° gau) criou-se o diploma de eleitor geral.

Em 1881, a Lei Saraiva promoveu uma ampla reforma eleitoral e, entre outras alterações, determinou o fim da eleição em dois graus e instituiu o título de eleitor obrigatório.

Links Patrocinados

Em 1932, o título passou a ter a foto do eleitor e em 1956 o retrato tornou-se obrigatório. Em 1986, foi definido o novo modelo, sem o retrato, que é utilizado até os dias de hoje.

O Título de Eleitor

O documento é necessário para a via política de jovens de no mínimo 16 anos mas, antes dos 18 anos não é obrigatório votar.

Outras exigências do documento é no momento de estabelecer sua profissão e ser contratado, além de no momento de fazer seu Passaporte, e se matricular na faculdade.

Como fazer seu Título de Eleitor?

O título de eleitor é totalmente gratuito, por ser obrigatório, ele é emitido no mesmo dia e concedido no mesmo momento da solicitação. para isso, será necessário ir no cartório, poupatempo ou qualquer instituição que faça o documento no seu município. Para isso você deverá estar com os seguintes documentos:

  • RG ou carteira de identidade, podendo ser também a certidão de nascimento ou de casamento.
  • Comprovante de residência recente.
  • Para rapazes a cima de 18 anos, será necessário a apresentação da reservista ou documento de quitação das atividades militares.

Importante: Se você não possuir um comprovante de residência que esteja no seu nome, dos seus pais ou do seu cônjuge, você deverá entrar em contato com o seu cartório eleitoral, assim eles poderão te informar quais outros tipos de comprovantes são aceitos como substituto.

Se você vai tirar o título de eleitor pela primeira vez, não será necessário ter um tempo mínimo de moradia na residência do município onde o documento foi solicitado. Esse tempo apenas é exigido em casos transferência do título eleitoral. 

Até quando posso emitir o título?

Quando não estamos em momento de eleições, o título de eleitor poderá ser solicitado a qualquer momento durante o ano. Contudo, caso esteja em um ano eleitoral, o título deverá ser solicitado em até 151 dias antes da votação, para que assim dê tempo de dar baixa no seu cadastro no sistema de urnas.

Como emitir o título eleitoral pela internet?

Você deverá baixar o aplicativo no seu celular:

Ou então você poderá seguir todos os passos indicados no site do Tribunal Superior Eleitoral.

Os documentos a serem adicionados precisam estar no formato PNG, PDF, JPG ou JPEG e não devem exceder o tamanho de 10 MB (por arquivo).

Links Patrocinados

Aqui você terá a opção se caso você já tenha um título de eleitor e precisa consultar a sua situação ou regularizá-lo.

Tecnico do Emprego Titulo de eleitor capa
vetor criado por freepik

Segunda via do título de eleitor

Caso ocorra algum dano, perda ou roubo do seu título de eleitor,  você precisará pedir uma via nova, para isso é basicamente o mesmo processo. Você poderá fazer tanto online quanto indo até o local, e com os mesmo documentos para fazer a 1 via.

Uso do título fora das eleições

O título de eleitor não é importante somente no fase eleitoral, mas também em várias outras situações, ele é exigido por exemplo, para realizar a matrícula em uma universidade pública, para realizar um concurso público, para um novo emprego, para renovar o passaporte dentre diversas outras situações.

Biometria

A biometria serve como um cadastro de digital, onde servirá para identificação individual mais precisa. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral.

Links Patrocinados

“Eleitor, você sabe qual é a importância de cadastrar a sua biometria? A resposta está em proteger a sua identidade e colaborar com eleições mais seguras. A tecnologia biométrica reconhece o cadastro digitais do indivíduo na hora do voto, confirmando quem ele é. Essa forma de identificação impossibilita que uma pessoa tente votar em nome da outra, trazendo mais segurança ao processo eleitoral. A participação de cada um, portanto, é fundamental.”

Algumas características que podem ser utilizadas na biometria são impressões digitais, retina e até mesmo fotos da expressões faciais.

  • No caso das eleições brasileiras, é utilizado as digitais dos dedos, onde nem todos os lugares possuem a possibilidade, mas em sua grande maioria sim, até o momento que todos os municípios funcionem através da biometria.

Deixe um comentário